logo

united kingdom(great britain)     spain
English   Espanhol

Campos de Jordão é famosa por seu clima de serra, com características semelhantes às dos melhores climas europeus de altitude.

O que diferencia Campos do Jordão é o seu clima tropical de montanha, acrescido à presença do sol em praticamente todo o ano.

emilioribas
Estação Emílio Ribas - Parque do Capivari - Campos do Jordão

Vila Abernéssia é o centro histórico, comercial e administrativo da estância. Vila Jaguaribe tem uma parte turística e outra residencial e Capivari é a vila turística por excelência. Nela e em seus arredores se concentram os melhores hotéis e restaurantes, confeitarias e shoppings, além de luxuosas residências que lembram chalés suíços e palacetes imponentes, de estilo normando. A estância é dotada de parque hoteleiro de categoria internacional.

Além de sua famosa malharia, conhecida em todo o Brasil, o seu chocolate caseiro, seus doces e compotas, até mesmo as resinas de seus vastos e majestosos pinheirais são industrializadas e suas águas minerais, captadas através de elevados padrões de técnica e higiene, correm das fontes dentre as mais puras do país. A gastronomia com pinhão, fruto típico de Campos do Jordão, também atrai o turista.

O Parque Estadual Horto Florestal está localizado a 13 km da Vila Capivari, na Av. Pedro Paulo, s/n, no Bairro Horto Florestal, sendo uma das maiores reservas de árvores araucárias e coníferas do Estado de São Paulo.

Criado em 1941, possui 8,3 mil hectares de área preservada e oferece ao visitante uma vasta área de lazer, com bosques para piquenique, churrasqueiras, trilhas para caminhadas, lanchonete, atelier ambiental, uma capela, centro de exposições com mostras de exemplares da fauna e flora da região, viveiro de plantas, além várias trilhas, paisagens belíssimas e o contato direto com a natureza. Seu relevo montanhoso chega a 2.007 metros de altitude.

No Alto da Boa Vista localiza-se Palácio da Boa Vista, também conhecido como Palácio de Inverno. Construido em estilo "Tudor" no final da década de 60, encontra-se aberto à visitação desde 1970, reunindo obras de grandes nomes das artes como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Victor Brecheret, Candido Portinari, além de uma coleção de artes sacras, pratarias, louçarias, tapeçarias e mobiliário dos séculos XVII, XVIII e XIX.

A cidade é também famosa pelo seu Festival de Inverno, evento realizado desde 1970, dedicado à divulgação da música clássica e à capacitação de jovens instrumentistas, sendo sempre realizado em julho. Os concertos principais são realizados no auditório Claudio Santoro.

Inaugurado no dia 10 de março de 1979 e localizado numa área de 24 alqueires de vegetação nativa e um total de 5.475 m² de área construída, é um dos principais espaços culturais de Campos do Jordão, recebendo apresentações de danças, músicas, congressos e convenções, contando com 862 assentos, além de uma infraestrutura para os bastidores com elevador de cargas, salas acústicas individuais, além de 5 camarins.

A sala em formato de anfiteatro utiliza o desnível natural do terreno para a colocação da plateia, com cobertura em laje, quadrada, em concreto aparente, está apoiada em quatro pilares, com fechamento lateral em vidros, o que permite um contato com ambiente exterior, para a integração e contemplação da mata nativa que rodeia o local.

Na parte externa do Auditório Claudio Santoro localiza-se o Museu Felicia Leirner, implantado em uma área de 350.000 m² de jardins. O espaço reúne cerca de 108 obras da artista polonesa, esculpidas em bronze e cimento branco que foram doadas por ela ao Governo do Estado de São Paulo em 1978. São figuras zoomórficas e humanas, além de gigantescas imagens brancas implantadas diretamente sobre o gramado do parque.

Site da Prefeitura: http://www.camposdojordao.sp.gov.br

Categoria: Cidades