Embarque em Campos do Jordão

Bonde turístico urbano

Percurso: entre as estações Emílio Ribas e Abernéssia

Deixando o centro de Capivari, o turista percorre a parte mais movimentada de Campos do Jordão, chegando a Abernéssia, um dos bairros mais tradicionais da cidade e que tanta história tem para contar sobre o seu desenvolvimento. Posteriormente, retorna ao Parque de Capivari.

O tempo do percurso de ida e volta é de aproximadamente 30 minutos.

Em Abernéssia encontra-se a matriz de Campos do Jordão, o edifício que sediou um dos primeiros hotéis da cidade, o mercado municipal e a estrada que leva ao Palácio de Inverno e ao Auditório Claudio Santoro, onde anualmente se realizam os concertos do Festival de Inverno.

Não há necessidade de reserva.

As passagens podem ser adquiridas em todas as estações.

 Serviço Percurso Tarifa Horários operação

Bonde turístico urbano

Estação Emílio Ribas à estação Vila Abernéssia R$ 11 (ida e volta) 15h e 16h sábado, domingo e feriados

Bonde turístico

Percurso: entre a estação Emílio Ribas e a parada Portal

O percurso é feito nos simpáticos bondes vermelhos e amarelos, que já se tornaram uma das marcas registradas de Campos do Jordão.

Eles saem da estação Emílio Ribas, atravessam a cidade, chegando ao portal de Campos do Jordão, na entrada da cidade.

O tempo do percurso de ida e volta é de aproximadamente 1 hora.

O bonde turístico opera também na extensão entre as paradas Portal e São Cristóvão nos horários das 10h, 13h e 17h.

 Serviço Percurso Tarifa Horários operação

Bonde turístico

Estação Emílio Ribas ao portal de Campos do Jordão R$ 15 (ida e volta) das 10h às 17h sexta a quarta-feira

Bonde turístico

Estação Emílio Ribas à parada São Cristóvão R$ 15 (ida e volta) 10h, 13h e 17h diariamente, inclusive sábados, domingos e feriados

Trem do Mirante

Percurso: entre as estações Emílio Ribas e Eugênio Lefèvre

Entre os percursos ferroviários operados pela EFCJ, esse é um dos mais bonitos, pois leva o visitante do centro de Capivari, em plena zona urbana de Campos do Jordão, para um dos mais belos trechos da Serra da Mantiqueira, o mirante de Nossa Senhora Auxiliadora, localizado junto à estação Eugênio Lefèvre.

Saindo da estação Emílio Ribas, a automotriz passa por várias paradas históricas da ferrovia, muitas delas bem simples, mas que retratam por meio de sua arquitetura uma época em que a ferrovia era o principal meio de transporte entre o Vale do Paraíba e Campos do Jordão.

Assim, não deixe de ver as paradas Damas, a do Grande Hotel, a estação de Abernéssia, as paradas Viola, Fracalanza, Sanatórios, São Cristovão e Cacique, esta onde se localiza o ponto ferroviário culminante no Brasil, o Alto do Lajeado, com 1.743 m de altitude.

A chegada é na estação Eugênio Lefèvre, no município de Santo Antônio do Pinhal, para que os turistas apreciem uma das mais belas paisagens do Vale do Paraíba.

Nessa estação localiza-se uma confortável cafeteria, onde se encontram à venda doces caseiros e também lojas com vários artigos de presentes e lembranças.

Não deixe de ver, junto ao pátio da estação, o funcionamento do Girador, equipamento ferroviário movido a mão, que serve para fazer a manobra de retorno da automotriz.

O tempo médio do percurso de ida é de 55 minutos.

 Serviço Percurso Tarifa Horários operação

Trem do Mirante

Estação Emílio Ribas à estação Eugênio Lefévre (com 30 min de parada) R$ 62 (ida e volta) ou R$ 48 (somente ida ou volta) sábado, às 10h25 e 14h25, e domingo a quarta-feira, às 10h e 14h sábado a quarta-feira